terça-feira, 24 de maio de 2011

Ai de mim

Estou aqui...
Com a respiração ofegante e o coração aos pulos...
Minha visão turva não vê o que pode acontecer...
Os espelhos estão quebrados...eles refletem a imagem de alguém frágil e perdido. 
Não sei quem sou eu...
Posso ser poderosa agora mas e quando tudo acabar? E quando eu acordar de manhã 
(se eu dormir.) ?
O que vou fazer agora? 
Onde vou me esconder?
Como posso me esconder de mim?
Talvez volte a te olhar e quando isso acontecer eu não vou me controlar...
Sem ter noção,me entrego a você e me perco no seu mundo. 
Com você  a dor não existe...
Sinto o seu gosto. Tão doce,tão amargo fazer de mim sua escrava...isso nunca termina!
Sem você  eu sou tudo...
Com você  eu sou nada...
Mas eu não resisto e digo sim.

Nenhum comentário:

Postar um comentário