segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

Dá um sorriso!





Vem...


fica perto de mim...


Pra isso basta fechar os olhos...


você sabe que eu estou ai...


assim como você está aqui...


Olha pro lado....


O que você vê?


eu estou nas suas paredes...


eu estou no seu chão...


Fazendo loucuras em todos os lugares...


Tudo batizado com o nosso amor...


Entendeu?!

Cartas ao vento



Talvez você seja mesmo minha alma gêmea...só esses pensamentos em você me causam uma angústia, uma saudade...

É como respirar errado,ficar ofegante sem correr...
O pior é que pode ser só um capricho,já que essas linhas não serão lidas por você.É só um desabafo de uma alma cansada de não saber o que fazer com essa saudade e que chora a sua falta.

As vezes esqueço o som da sua voz,mas depois me lembro só por diversão,uma tortura...
Ainda me lembro dos dias em que eu tinha a sua presença,ainda posso sentir a intensidade no ar,mas não sei mais se posso sentir você em mim.
Na verdade não posso...é só um querer bobo,uma saudade incontrolável...
Hoje em dia se me perguntam se eu ainda te amo,eu minto com veemência...minto mesmo,mas depois me arrependo,mas é só porque a verdade não interessa a ninguém.
Isso depois passa...tenho aprendido a controlar certas coisas,mas não aprendi a controlar tudo.
Ainda consigo me lembrar do dia em que eu te conheci,foi quase um reconhecimento,um reencontro de almas...
Oh céus,foi tudo tão intenso,tão natura....quis fazer parte da sua vida na mesma hora e quis que fosse pra sempre...
O quanto uma promessa pode ser uma sentença?
Sempre tem um "acima de tudo"
O quanto um amor pode durar?
Até quando?
Será que foi mesmo de verdade?

É...pra eu estar aqui com esses pensamentos ridículos,deve ser mesmo de verdade.
Não posso deixar de pensar no quanto eu magoei pessoas por conta de todo esse circo que as pessoas chamam de amor.

Tem coisas que não deixo ninguém ver ,como essa saudade estranha...
Só Deus sabe o quanto dói ter que ser o que prometi ser....
É sabe,tem esse porém...o "acima de tudo".
Mas as vezes eu perco o controle e volta tudo outra vez,fico como uma rio que teve o seu curso interrompido por uma barragem e as vezes fura ou transborda...
Ver tudo que eu sonhei com você realizado com outra pessoa,realizado com outra pessoa. A parte sensata me deixa feliz,mas a outra...quer destruir tudo...
Talvez isso seja aquele tipo de sentimento auto destrutivo.
Pode até ser... e por isso tentei me arrasar de todas as formas possíveis e impossíveis..
pra que você morresse dentro de mim.

Já não sou nem de longe aquela pessoa que você conheceu.
Faço questão de não ser!
Mas as vezes me dá uma vontade de ligar e ouvir o meu nome no som da sua voz.
Ainda tenho o tosco pensamento de que a vida só serve se for com você,mas eu não arriscaria tanto.Não mesmo!
Mesmo com todas as minhas células gritando por você, e elas realmente gritam,mesmo com minha alma repetindo o seu nome cansativamente...chega a ser chato.E eu perco o sono...

Talvez você seja mesmo minha alma gêmea...talvez...mas não tenho certeza,não sei dizer.
Só sei que deve ter sido amor,ou melhor,deve ser amor!Mesmo depois de tudo,depois de todos os erros,depois de todas as palavras cortantes e todos os remendos que tem meu coração.
Eu te amo!
E eu acho que essa é uma das minhas verdades absolutas,mas é aquela verdade que eu quero que fique guardada,lacrada e esquecida....mas as vezes,como agora,acontece de transbordar,e me faz sofrer como se tivesse sido ontem.
Me consola saber que pelo menos você vive no mesmo mundo que eu.
Que você vê o dia nascer como eu,que lembra de mim quando ouve certas músicas ou vê certos filmes.
São pedaços meus em você...
Tem muitos pedaços seus em mim ,muitos mesmo.Até me surpreendo com o quanto ainda tenho de você em mim.
Sabe,eu realmente disse a verdade quando eu disse que seria pra sempre...meu coração ainda é seu....mas eu não sou mais tão irresponsável assim.
Porquê isso agora?
Não mudaria nada mesmo...mas aí é que está...não eram os seus beijos...nem nada...era só você...
Suas piadas sem graça...seu português errado...o seu jeito espontâneo...eram as brigas intermináveis...as pazes....

Era capaz de ficar noites inteiras só olhando você dormir, era um imã que me prendia acima de qualquer outra coisa...acima da minha natureza...acima das minhas ordens mais diretas.
Só me importava estar com você!
Não precisava de presentes,nem de nada, só da expectativa da sua presença.E parecia mesmo que você me queria pra sempre.
Eu desejava um mundo só nosso,não queria ter que te dividir com ninguém...queria ter todo segundo da sua atenção.
Eu destruí tudo não foi mesmo?!
Poderia ter sido tão diferente...eu poderia estar te vendo nesse momento quando eu virasse pro lado.
Parece que vou esperar por você a vida inteira...ainda sou vazia sem você...
E acredite,não é por escolha minha!
Eu tentei...tentei muito.Lutei contra isso com todas as minhas forças...me enganei,cometi erros que não podem ser consertados.
Eu volto pra você todos os dias quando o sol nasce...toda noite quando vou dormir.
Eu volto pra você quando respiro e quando fecho os olhos.
Eu volto pra você quando beijo outras bocas...
Na verdade,eu nunca beijei outra boca...pra mim era sempre você...
O cheiro era sempre seu,o gosto era sempre seu...
Não faz sentido....sou incompleta...
Digo que sim,mas não aprendi a viver sem você...
Não encontrei nome pro que você me causa.

Escrever essas coisas me acalmam...é como fazer com que você fique perto de mim de novo.
Você não sabe o quanto eu desejo que tudo tivesse sido diferente..

Sabe, eu tenho a louca teoria de que em algum lugar, em universos paralelos ainda estamos vivendo toda aquela intensidade.Vivendo aquele amor que me fez perder o juízo...
Só pode mesmo ser loucura ainda ficar lembrando daquelas sensações que me causava.Lembrar da loucura que foi te beijar pela primeira vez,fico rindo sozinha,sentindo o mesmo desespero de antes.
Tirando essas coisas bobas,foi como se tivesse encontrado aquilo que eu sempre tinha buscado...
De repente, só você fazia sentido...meu corpo não respondia mais aos meus comandos...como poderia?!
Eu estava amando, eu estava me sentindo completa pela primeira vez na minha vida.

É curioso que do mesmo jeito que sinto a alegria de alguns momentos, consigo sentir a tristeza de outros.
Todas as vezes que tive que ver o que não queria e sentir coisas piores.Ter os piores instintos despertados e os piores pensamentos que uma pessoa pode ter...
Algumas coisas nunca mudam, como o jeito de você me olhar...ainda me faz tremer por dentro...
Ou o fato de você ainda conseguir fazer piadas sem graça...eu tenho que rir mesmo?!

Sinto saudades, mas aprendi que não posso...já sinto menos a sua falta agora, mas tenho certeza de que vou sonhar com você...

Quero saber quanto tempo um amor pode durar...de verdade!

Não existe distância...é só eu olhar pra dentro de mim que eu vejo você. 
Sinto seus pensamentos em mim...

Dizem que não sabemos o que realmente queremos...eu mesmo não sei o que quero...nem sei se te quero.
Eu sei somente, que me quero de volta...quero ser minha de novo.
Sei que desejo um beijo, um abraço, passar a noite te olhando dormir...sei que sou adulta e não posso querer mais do que eu posso ter, então eu não quero!
Quando se trata de você, sou contraditória o tempo inteiro....minha única certeza é que eu te amo...ou amei...já não sei ao certo.

Só sei que quando estou triste, é em você que eu penso.
Quando estou feliz, é com você que quero compartilhar.

Vontade enorme de te abraçar, te olhar nos olhos e dizer que você foi a minha contradição mais confusa, foi  o meu pecado mais doce e a minha desobediência mais arriscada...e ainda é o meu desejo mais profundo.

Te amo!!!














Saudade é música




Músicas que fazem lembrar momentos...

Lembranças de um tempo que não volta...

Ser ignorada pelo som da sua voz...

Será que é uma ilha?

Será que é uma cidade?

Sei que ela se esconde...mas não sei onde...

Te guardei num baú dourado...o som da sua risada está guardado.

Seus beijos eu fiz questão de guardar...mas não couberam no baú...

Saudades de alguma coisa e esqueci onde guardei...






domingo, 18 de dezembro de 2011

Isso passa?!



Estou tão feliz,hoje não quebrei nenhum espelho.
O suficiente não é o bastante e o tempo não foi feliz em apagar cartas de um amor mal resolvido.

Estou tão cansada e não consigo mais dormir...não consigo mais pensar...é estranha toda essa coisa de não ter e ao mesmo tempo ter uma coisa que ninguém tem e que ninguém entende.

Talvez seja mesmo uma ressaca daquelas...em que os pensamentos estão todos desordenados e você está uma bagunça...talvez seja só uma dor de cabeça.

Se eu sentar e olhar a chuva cair isso vai passar???









Descaminho


Quando uma noite de sono não é suficiente...
Quando um litro de água já não sacia mais a sede...
Quando o tempo já não é suficiente pra curar uma dor...
Caminhar passos sozinho na escuridão cercada por temores...
Entender que entre nós,não há mais nós e que entre nós existe um abismo de palavras e mágoas...

Não há mais estrada que eu possa trilhar...
Não há mais nada que eu possa fazer...
Não há mais lugar em que eu possa me esconder...
Não há mais remédio pra esse torpor...

Já falta argumentos pra lutar contra a corrente e esquecer já não é suficiente.
Esqueci de esquecer o que era pra ser esquecido...
E o que não tem remédio deve ser pra doer mesmo...





Talvez...



Um dia...


Em uma outra época...

Em algum lugar do passado...

Em algum lugar do futuro...

Eu estarei te amando..

Eu estarei te odiando..

Eu quem sabe estarei te desejando...

Aprendi a amar e a esperar...

Em outra vida quem sabe...