quarta-feira, 7 de março de 2012

segredos



Há muito tempo eu guardo um segredo
um louco, delicioso, amargo segredo...
Eu grito em silêncio
clamando...
Eu passo as noites em claro
chorando bem baixinho
por onde andará meu juízo...
pode ter se perdido nos seu passos 
ou nos passos de algum desconhecido

Meu segredo é amar tanto alguém
amar tanto
tanto 
tanto
que cansei de medir...

E o grito não sai do meu peito
me deixa sem sentido
minhas pernas tremem

Até um tempo atrás eu guardava um segredo...
e agora acho que ele deveria ter continuado guardado.
 


Nenhum comentário:

Postar um comentário