domingo, 3 de março de 2013

Tempestade



Te disse que estava a ponto de desistir
eu dei esse passo
eu desisti

Te disse dos meus medos 
eu parei de sentir
eu sou outra

Te disse que te faria feliz
eu não sonho mais
eu sou burra

Te disse que te esperaria
eu não acredito mais
o amor morreu

Te disse que viveria por você
eu não vivo mais
eu morri

A morte de uma estrela





O céu dormiu diferente...
sem um brilho especial
mas o céu está cheio de outros brilhos

Quem perdeu a luz e o amor
quem perdeu o juizo e o calor
quem perdeu o brilho e o sabor

Foi você quem perdeu...
explodiu no meio do universo
seus pedaços estão espalhados

Suas ruínas estão no meio da escuridão
seus sonhos espalhados por aí
suas lutas inúteis contra o vazio

Quando uma estrela morre
ela se vai para sempre
nunca mais vai brilhar...

O mundo pode viver sem mais uma estrela
exceto quem mirava admirado o seu brilho
o coração desse mortal se despedaçou também



Problemas




O meu problema é deixar você voltar pra minha vida...

O meu problema é sonhar um sonho impossível...

O meu problema é amar uma ilusão...

O meu problema é achar que você vai voltar...

O meu problema é olhar nesses olhos e confiar ...

O meu problema é oferecer tudo a um nada...

O meu problema é passar a noite em claro pensando no que fazer...

O meu problema é ouvir uma voz abusada me perguntando isso...

O meu problema é sentir vergonha desse amor...

O meu problema é dar atenção a uma sombra...

O meu problema é achar que isso pode acontecer...

O meu problema é acreditar em fantasias...

O meu problema é amar e querer deixar de amar...